Escrito por Lívia Barros Publicado em 14/06/2022

Talvez o e-commerce seja a maneira mais democrática de conseguir manter as vendas acontecendo: 24 horas por dia, 7 dias por semana com a possibilidade de concluir cada vez mais vendas! E essa, às vezes, é a única possibilidade de inúmeros empreendedores, já que assim, não é preciso ter gasto com um local físico e gastos que acabam surgindo por conta disso. 

Ainda, o ano de 2022 promete um alto faturamento. Por exemplo, em janeiro deste ano, as vendas tiveram um aumento de 20,56% em relação ao mesmo período do ano anterior. 

No entanto, para quem não tem um treinamento ou assessoria sobre a gestão de um e-commerce, pode cometer alguns erros fundamentais que prejudicam muito na taxa de conversão, ou seja, a sua marca, vai render menos do que o esperado. E a gente sabe que essa não é uma possibilidade para você que tem mantido vivo esse sonho de investir no seu negócio, não é mesmo? 

Por isso, vou te falar os 07 erros que você NÃO DEVE cometer no seu e-commerce para que você consiga ultrapassar suas metas financeiras e ter cada vez mais segurança no seu negócio. Vamos lá? 

Cadastro antes da compra

Algo que é muito comum nas plataformas de e-commerce são os cadastros antes mesmo de realizar a compra. Caso seu cliente queira saber mais informações sobre algum produto, qual o motivo dele se cadastrar? Coloque-se sempre no lugar dele, você gostaria de expor seus dados sem ter algo em troca? 

O seu tempo é precioso e o dele também! Por isso, abra mão dessa tática para capturar informações. Existem outras possibilidades mais estratégicas, como o Google Analytics que comentamos no post passado. 

Falta de organização no check-out

Seu cliente depois de muito buscar, encontrou o produto perfeito na sua loja, viu que tinha o melhor custo-benefício e chegou finalmente no carrinho de compras.

Mas o check-out do seu site é um pouco confuso, pede informações desnecessárias e faz com que o seu cliente perca muito tempo até realizar o pagamento. 

Essa etapa é uma das mais importantes no seu e-commerce. Por isso, evite pedir dados que não serão utilizados e diminua a quantidade de cliques e páginas, assim, a experiência dele dentro do site será agradável, fazendo com que ele compre mais vezes e ainda recomende seu e-commerce

 Poucos meios de pagamento

Ainda falando sobre a página de finalização e compra do produto dentro do seu e-commerce, poucas alternativas de pagamento, fazem com que os clientes desistam facilmente da compra. 

Oferecer meios como cartão de crédito, boleto e agora o PIX que teve um aumento e em 2021, representou 2,3% de todos os métodos de pagamento pela internet, segundo levantamento da Neotrust, faz com que o cliente não se sinta limitado pela forma de pagamento, aumentando sua conversão em vendas! 

Poucas fotos dos produtos 

Uma imagem vale mais que mil palavras e as imagens do seu produto são importantíssimas para as taxas de conversão do seu e-commerce!

Mesmo que o que você venda sejam produtos aparentemente óbvios, tire o máximo de proveito das imagens e torne seu produto mais atraente para as vendas. 

Além de publicar mais de uma imagem por produto, as fotos devem destacar os diferenciais de cada item que tem no seu site, e mostrar aos seus clientes diferentes maneiras de se familiarizar com ele, já que o usuário não irá conseguir experimentar antes de comprar. 

Seu site não é responsivo

O uso dos dispositivos móveis está cada vez mais acessível, ainda mais para as compras pela internet. 67% das visitas a sites de compras na Black Friday 2021 foram feitos por smartphone e tablets no Brasil, então, se seu site não for responsivo, ou seja, não está adaptado a essas formas de acesso, você deixa de vender para esse público expressivo. 

Para resolver esse problema, faça os ajustes necessários na programação do seu e-commerce e adapte aos diferentes tipos de terminais, tamanhos de telas e conexões.

Falhas de logística

O seu cliente comprou um produto que fez muito sucesso em uma campanha no seu canal de vendas online, mas você acabou organizando-se erroneamente e percebeu que a quantidade de vendas no site foi maior do que o produto que você tinha. Problemas de logística podem surgir desde esse momento, mas também na maneira como é a embalagem, prazos e quando o item é incorreto. 

Essas falhas fazem com que o consumidor se sinta lesado, então, retomando, coloque-se sempre no lugar do seu cliente e otimize ao máximo os processos de logística para que isso não aconteça. 

Não investir em email marketing

E-mail marketing tem se tornado uma ferramenta que vai além da divulgação de ofertas. Ela cria um relacionamento com o seu cliente e permite que você recupere os carrinhos abandonados com estratégias simples, por exemplo.

Ainda, segmentar seus contatos, possibilita oferecer conteúdos valiosos que vão além da venda, fazendo com que sua marca se solidifique e jamais seja esquecida!

Na Kife, incentivamos que todas as empresas que atendemos e que fazem vendas através do e-commerce não cometam esses deslizes, compartilhando nossos conhecimentos!

Nosso time de marketing tem sido pioneiro e estudado muito para garantir que todas as atualizações no meio virtual, que incluem a maneira como seu produto é vendido no e-commerce, sejam implementadas de maneira segura e estratégica, garantindo que as metas sejam batidas e até superadas! 

Caso tenha ficado com alguma dúvida, ou queira conversar com um de nossos consultores sobre os investimentos em marketing que não tem dado certo no seu e-commerce, é só clicar aqui.

Compartilhe com seus amigos!

É novidade que você quer?
Então, assine nossa newsletter!

cookies

Oi, usamos cookies para melhorar sua experiência. Ao continuar navegando, você aceita sua utilização.