Escrito por Priscila Guerra Publicado em 31/08/2020

A Black Friday está se aproximando e existe uma série de detalhes para se atentar e adaptar no seu e-commerce. Saiba mais.

Black Friday em SETEMBRO? Sim, está na hora de você começar a se planejar, já que algumas adaptações levam um tempo até estarem 100% em funcionamento. A partir de hoje, vamos dar algumas dicas sobre como você pode preparar seu e-commerce para a data mais lucrativa do ano. São insights que irão te ajudar a gerar muito mais resultados na data mais importante para vendas do ano no setor varejista do Brasil.

Mas, antes de mostrar as dicas, vamos falar um pouco de história para você entender porquê é uma data tão importante e porquê o seu e-commerce precisa estar tão bem preparado.

A Black Friday surgiu nos Estados Unidos e é um fenômeno mundialmente conhecido – provavelmente, você já deve ter visto aqueles vídeos de enormes filas e os consumidores eufóricos para garantir seus produtos a preços de banana.

No Brasil a primeira edição aconteceu somente em 2010 e, desde então, várias lojas adotaram essa data no calendário oficial do ano. Hoje em dia, se você não entrar na onda da Black Friday, é possível que seu e-commerce sofra sérios prejuízos na data.

Para contextualizar com dados, em 2018, o faturamento total foi de 3 bilhões de reais somente por meio de vendas online. Além disso, o tíquete médio teve um aumento de 8%, ou R$ 608,00, em cada compra.

Agora que você já tem uma visão panorâmica dessa data, deve estar se perguntando: quais são as categorias mais buscadas pelos consumidores na Black Friday? Abaixo, em ordem prioritária, você consegue conferir os setores que bombam:

  1. Eletrônicos
  2. Eletrodomésticos
  3. Smartphones
  4. Informática
  5. Moda e acessórios
  6. Cosméticos e perfumaria
  7. Casa e decoração
  8. Livros
  9. Brinquedos e Games
  10. Esporte e Lazer

 

Certo, então o que precisa ser feito para garantir que seu lucro seja maior do que um prejuízo por falta de planejamento? Confira a seguir:

Tenha um planejamento bem definido

Para ter sucesso na Black Friday, você precisa ter um bom planejamento. Isso inclui saber exatamente quais produtos ou serviços com descontos você quer focar nesta data para oferecer aos seus clientes. É preciso tomar uma decisão: usar essa ocasião para acabar com aqueles itens que estão empacados no estoque ou apostar em produtos que tem uma boa saída?

Além disso, é preciso ter cautela com a margem de desconto que será definida, sem que isso comprometa seus lucros e também sua credibilidade com o cliente. Na Black Friday, é melhor que você só ofereça produtos que realmente possam ter bons descontos.

E mais: é nessa etapa que você precisa pensar toda a sua logística e se preparar para o aumento de pedidos. Você precisa estar pronto para entregar os produtos na data prometida. Dentro desta questão, é preciso que seu estoque esteja bem organizado. Conte seus produtos, verifique se as quantidades estão corretas em sua loja online. Assim, você evita vender produtos que não possui em estoque ou deixar algumas mercadorias encalhadas porque elas não aparecem como disponíveis no e-commerce.

A mesma atenção vale para a logística reversa. O cliente possui um prazo de 7 dias para desistência da compra após o recebimento, portanto, se prepare. Com a Black Friday, os números de novos clientes aumentam e de pedidos também e pode acontecer um aumento nas trocas . Por isso, você deve se preparar para o cenário de recebimento e envio de produtos.

Haja com honestidade

Atualmente, os consumidores cobram cada vez mais por honestidade nas promoções que encontram na internet. Por isso, não tente enganá-los com descontos depois de aumentar o preço dos produtos. Muitos começam a realizar pesquisas semanas antes para acompanhar os preços e provavelmente perceberão se algo do tipo acontecer.

Além disso, existem sites que monitoram os preços dos produtos ao longo do ano e podem desmascarar empresas que optam pela estratégia “tudo pela metade do dobro do preço”. Ao tentar oferecer descontos fictícios, sua empresa pode ganhar uma má reputação entre os consumidores. 

Pense na pré-campanha

Uma coisa que funciona é você criar expectativas com o seu cliente. Então, aposte em uma boa pré-campanha ao invés de esperar a semana da Black Friday. Isso é uma boa estratégia para você conhecer, estudar e sentir o mercado. 

Além disso, antecipar a campanha é um forte gatilho mental para se usar neste período. Apresentar alguns produtos que estarão em oferta é uma ótima forma de aumentar sua base de clientes, afinal, todo mundo adora promoção.

Fique de olho na concorrência

Pode até parecer estranho falar assim, mas a realidade é que você precisa estar atento ao mercado. E isso não é regra somente para a Black Friday, mas, sim, o tempo todo. Contudo, as datas comemorativas mostram que a saída de produtos é alta e, por isso, é importante ficar atento aos preços aplicados no mercado.

Oferecer um produto com valor desproporcional pode acabar sendo um tiro no pé e suas chances de venda serão pequenas. 

Por isso, faça uma análise com antecedência dos preços que se encontram no mercado desde já e veja até onde eles pode chegar sem ter prejuízos. Assim, você consegue traçar uma estratégia mais certeira.

Prepare sua comunicação

Não estamos nos referindo só como você vai se comunicar nas mídias sociais, mas também como será seu atendimento interno. Planeje quais serão as melhores estratégias para sua comunicação online e quais plataformas são mais adequadas ao seu caso.

Não se esqueça: o seu objetivo é criar um relacionamento próximo com seu cliente e fidelizá-lo, por isso, crie um ótimo relacionamento com ele. E prepare seu time de atendimento para que respostas de dúvidas frequentes sejam ágeis e eficazes.

A infraestrutura também precisa ser lembrada

O fluxo de tráfego do seu e-commerce pode aumentar, por isso, se prepare. Entre em contato com o suporte de hospedagem, verifique se a loja virtual tem condições para receber um grande número de visitantes ao mesmo tempo. 

Além disso, verifique com a plataforma de pagamento se está tudo certo para receber um volume de acessos maior do que o normal. Segundo o Reclame Aqui, um dos maiores motivos de insatisfação e desistência de compras na Black Friday é a dificuldade que as pessoas têm para finalizar a compra.

Bora começar?

Depois dessa longa conversa, é hora de você começar a colocar a mão na massa. Não espere muito tempo, como você viu, são os pequenos detalhes que fazem a diferença para o sucesso nessa data. Saiba que a Kife tem um time altamente especializado para te ajudar em todas as etapas desse processo. Se precisar de ajuda, conte conosco!

Compartilhe com seus amigos!

É novidade que você quer?
Então, assine nossa newsletter!

cookies

Oi, usamos cookies para melhorar sua experiência. Ao continuar navegando, você aceita sua utilização.